Dando Nota

Rodrigo Alves

Magia e encantamento através da música

Publicado no Jornal de Piracicaba em 18 de novembro de 2016
Caderno Cultura – Página 2

Signo universal que atravessa as civilizações, a música tem o poder de alcançar povos e culturas, além de despertar emoções e sentimentos. Muitos são os estudos sobre a sua importância ao ser humano, em especial se ela tiver o poder de cultivar bons hábitos já na infância. Esse tipo de ação acontece na cidade, por meio do projeto ABC do Dó Ré Mi, desenvolvido com crianças de 5 a 10 anos da rede municipal de ensino.

Tendo como cenário o Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central, a Orquestra Sinfônica de Piracicaba faz, mês a mês, duas sessões dinâmicas, divertidas e que demonstram o quanto a música erudita também faz parte das rotinas das crianças. As apresentações são fruto de recursos da Secretaria Municipal de Educação e do apoio da Secretaria da Ação Cultural.

Acompanho o projeto desde a sua estreia e me surpreendo a cada sessão. É difícil descrever em palavras o que acontece na sala de espetáculo. Encantamento é a definição mais próxima. É mágico ver o brilho nos olhos das crianças, o riso solto dos instrumentistas e o caloroso aplauso, ao final. Mas não é apenas isso. Há um conjunto de fatores positivos que fazem do projeto, inédito na cidade, essencial para a formação cultural.

Responsável pela elaboração do formato, o maestro Jamil Maluf pensou em algo que fosse além de uma apreciação estética e contemplativa. Logo, os “showcertos” têm o humor como aliado, o que facilita o aprendizado musical já nos primeiros anos de vida escolar.

Um dos trunfos do ABC do Dó Ré Mi se constitui nas “gagues” criadas pelo ator Romualdo Sarcedo, em constante interação com o violinista Luis Fernando Dutra, intérprete do maestro no espetáculo. Junto aos 18 instrumentistas da orquestra, eles transformam um tradicional concerto de música em uma montagem de informações relevantes.

Um simples beliscão é utilizado para explicar o significado do pizzicato, tipo de execução em que as cordas são pinçadas e não friccionadas. E o espigão, seria uma grande espiga de milho? Na verdade, uma peça que serve para apoiar o contrabaixo. Aos poucos, os termos teoricamente complexos mostram-se próximos, assim como os instrumentos sinfônicos: do trombone ao contrabaixo, do violino ao piano, do bandeiro ao oboé. O conceito de família é apresentado para denotar a formação de uma orquestra.

Como as histórias infantis também se apropriam da música erudita, os instrumentistas da OSP aproveitam “a deixa” para ilustrar com os refrãos de histórias e fábulas conhecidas de várias gerações. Detalhe: muitas das canções ganham um coro de lindas vozes, composto pela plateia infantil, empolgada e sorridente.

Mais que aproximar as crianças da música erudita, o ABC do Dó Ré Mi despertada o interesse para o aprendizado do maravilhoso mundo dos sons. E demonstra que as potencialidades da música ultrapassam a simples apreciação do público, sendo importante também para a formação de novas e futuras plateias, receptivas a conteúdos diferentes e com o repertório cultural ampliado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 18 de novembro de 2016 por em música e marcado , , .

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

#PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar! Eu pagando de tímido e sendo flagrado no Leblon Janelas do Tempo, exposição aberta hoje na Acipi, promovida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba, para comemorar os 250 anos da cidade. #piracicaba250anos Como é bom ser criança! Lorenzo empolgado com a coleção de minions! Aquecendo com a #MinhaOSP A Arte em Bronze, exposição que será aberta nesta sexta-feira, 7, na Pinacoteca Miguel Dutra, às 20h, reúne obras de 34 artistas do Brasil e do exterior. Visitas até 29/7, de segunda a sexta, das 8h às 17h. Entrada gratuita. #Piracicaba250anos
%d blogueiros gostam disto: