Dando Nota

Rodrigo Alves

O maior abraço do mundo

Publicado no Jornal de Piracicaba em 11 de março de 2016
Caderno Cultura – Página 2

Todos os dias eu via aquela garota chegar ao trabalho. Embora fossemos da mesma empresa, nunca tivemos a chance de conversar. Eram um olá, boa tarde e um até logo, às vezes. Todos os dias eu me encantava com o seu sorriso. Todos os dias seu olhar era doce, breve, e denotava felicidade. Até que um dia eu não a encontrei mais. Só depois descobri sua história. Seu nome é Carol Tanaka.

Carol tem uma trajetória semelhante a de vários cidadãos. Cumpre os afazeres domésticos, usa o computador e tem as obrigações no trabalho. Aprendeu a nadar ainda na infância, se profissionalizou, participou de campeonatos e se saiu campeã em vários deles. Tem pais que lhe ensinaram a driblar os obstáculos e a sorrir sempre. Carol aprendeu a ser feliz. Carol aprendeu a viver sem os dois braços.

Carol e sua história de superação estamparam jornais e pautaram programas de TV. Um site internacional disse que a garota é o exemplo vivo do ditado: “onde há uma vontade, há um caminho”. Ela tirou carteira de motorista, conquistou o primeiro automóvel adaptado, concluiu a faculdade de educação física e tornou-se professora na rede municipal de ensino. Conheceu o homem de sua vida e se casou.

Carol, como muitas mulheres após o casamento, sonha com a maternidade. Sonha tocar o seu filho. Sonha com o seu abraço. Mas sonha também com a possibilidade de abraça-lo. Para isso, Carol encontrou recursos na tecnologia. Carol fez os testes e se adaptou a próteses ortopédicas biônicas. O sonho de Carol tem um preço: R$ 700 mil.

Carol sensibilizou artistas. Carol ganhou as redes sociais. Alguns de seus vídeos no YouTube foram vistos por mais de 20 mil pessoas. Sua página no Facebook conquistou 4 mil likes. Carol tem uma presença muito forte na internet, com seu sorriso estampado e olhar doce.

Carol pode mudar o curso de sua vida se houver a solidariedade do próximo, mas está numa grande corrida contra o tempo. A campanha por ela lançada na plataforma colaborativa Kickante, com duração de 60 dias, teve apenas 980 adesões. Arrecadou 11% da meta, há menos de 10 dias para o encerramento. Carol precisa do abraço de uma cidade, de um simples clique.

Carol não pede doações milionárias. Qualquer pessoa pode ajudar com o lance inicial de R$ 10, por boleto ou cartão de crédito. Carol precisa que as pessoas se engajem, que compartilhem a campanha nas redes sociais. Mas Carol precisa que esses likes se convertam em recursos, não basta o ativismo de sofá.

Carol nos dá uma lição de vida, mais uma vez: “já enfrentei vários desafios e será apenas mais um”, disse ela, em entrevista à repórter Lílian Geraldini no domingo passado, na seção Persona do Jornal de Piracicaba, empresa que nos acolheu em determinadas fases de nossas vidas profissionais e que possibilitou os rápidos encontros, na entrada ou na saída do trabalho.

Aqui, do outro lado da tela, morando na mesma cidade, mesmo nunca tendo conversado com Carol, ainda me lembro do seu sorriso e do olhar doce. Conhecendo sua história pela imprensa, passei a admirá-la ainda mais, por isso o meu desejo é de que esta etapa seja cumprida com êxito. Que muitas pessoas abracem Carol e colaborem para que ela abrace o futuro filho. Que todos se unam no maior abraço do mundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 11 de março de 2016 por em Opinião e marcado , , , .

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

#PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar! Eu pagando de tímido e sendo flagrado no Leblon Janelas do Tempo, exposição aberta hoje na Acipi, promovida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba, para comemorar os 250 anos da cidade. #piracicaba250anos Como é bom ser criança! Lorenzo empolgado com a coleção de minions! Aquecendo com a #MinhaOSP A Arte em Bronze, exposição que será aberta nesta sexta-feira, 7, na Pinacoteca Miguel Dutra, às 20h, reúne obras de 34 artistas do Brasil e do exterior. Visitas até 29/7, de segunda a sexta, das 8h às 17h. Entrada gratuita. #Piracicaba250anos
%d blogueiros gostam disto: