Dando Nota

Rodrigo Alves

Soy contra!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado no Jornal de Piracicaba em 9 de outubro de 2015
Caderno Cultura – Página 2

A inspiração para este texto vem de uma tarde de domingo no Engenho Central, enquanto estou no Armazém 14, espaço que recebeu o Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Entre tantos trabalhos selecionados para a 42ª edição, o que desperta a minha atenção no último dia para a visitação da mostra — 4 de outubro — compõe uma das paralelas. Trata-se de uma charge de Fortuna, um dos fundadores de O Pasquim, que teve uma mostra dedicada a ele, em parceria com o jornal Folha de S. Paulo.

Ao olhar para uma charge de 1982, imediatas perguntas surgem. Seria mesmo uma charge ou um cartum? Representa, de fato, o pensamento da década de 80 sob domínio presidencial de João Figueiredo ou de 2015? Um único personagem, com a cartola na cabeça, é dividido em dois quadros e fala a si mesmo (e ao público): “Eu? Oposição? Não!”, para em breve trazer a sentença: “Oposição à oposição!”.

Minutos antes, enquanto visito outra paralela, encontro na sede do Cedhu Piracicaba (Centro Nacional do Humor Gráfico) uma reunião de 50 ilustrações e cartuns alusivos à lontra, este mamífero em extinção, também uma forma de divulgar o trabalho da Reserva Particular do Patrimônio Natural RPPN Rio das Lontras, localizada em área próxima à Florianópolis. A lição, neste caso, vem do trabalho do artista gráfico e ilustrador Orlando Pedroso. “Se hay gobierno, soy lontra!”.

É a conjuntura econômica, política e social que me faz escrever sobre os dois trabalhos. Destilamos diariamente nossas contrariedades ao sistema democrático atualmente constituído — e legitimado pelo voto. Aliás, “ser contra” é fórmula manjada para atrair atenções em qualquer conversa, até no elevador. Afinal, quem não gosta de uma polemicazinha. E, neste caso, a presa fácil é a crise econômica, o governo, o sistema político, os deputados, a presidente e etc.

Quando lembro do relacionamento mediado por telas, a sua, a minha, pelo smartphone, tablet ou notebook, percebo milhares de postagens sem ideologia, sem opinião formada, sem base teórica, sem sequer entender o contexto do próprio país. E, para piorar, sem saber se é verdade ou mentira. Não importa o que há, mas estou lá, levantando bandeira, gritando, berrando, de faixa nas mãos, empunhando cartaz. Sou mais um número qualquer na multidão, mas preciso marcar presença. E dá-lhe uma selfie para ficar bem registrado: “soy contra!”

A lontra de Orlando e também o homem de cartola de Fortuna são sintomas do agora, nada mais justo que povoem o Salão de Piracicaba, espaço para críticas e questionamentos e, principalmente, para refletir sobre nosso próprio modus operandi. Algo como: “olhe para o seu umbigo, esse é você!”. Se não consegue se enxergar, talvez consiga perceber no outro: quantos rebeldes sem causa com discurso de ódio, travestidos de democratas? Quantos defendem um posicionamento, desde que seja para o próximo? Quantos ostentam o discurso socialista, vestem a camiseta de Che Chevara, usam All Star e são viciados em Coca-Cola?

Um salve a Orlando Pedroso que, ao desenhar o dócil animal empunhando um cartaz, captou várias mensagens numa única frase. Um salve ao futurista Fortuna, o “cartunista dos cartunistas”, que mesmo depois de 30 anos é atual. Um salve ao Salão de Humor, pela contribuição ao longo das décadas. E um salve aos rebeldes sem causa, com uma ressalva: “cuidado, uma hora a máscara cai!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 9 de outubro de 2015 por em Opinião, Piracicaba e marcado .

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

#piracicaba250anos #PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar! Eu pagando de tímido e sendo flagrado no Leblon Janelas do Tempo, exposição aberta hoje na Acipi, promovida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba, para comemorar os 250 anos da cidade. #piracicaba250anos Como é bom ser criança! Lorenzo empolgado com a coleção de minions! Aquecendo com a #MinhaOSP
%d blogueiros gostam disto: