Dando Nota

Rodrigo Alves

1º Comida na Rua: provei e aprovei!

Captura de Tela 2014-08-17 às 19.33.30

Agosto é o mês em que Piracicaba faz aniversário. Nos últimos anos, são redobrados os esforços para turbinar a programação na cidade neste período, com teatro, artes plásticas, música, turismo, gastronomia etc. É neste contexto que entra o 1º Comida na Rua, feira gastronômica que movimentou a já movimentada Rua do Porto, com 11 chefs da alta gastronomia local ofertando suas criações com preços acessíveis, das 11h às 15h deste domingo, 17.

Depois da típica dificuldade para estacionar o carro na Rua do Porto, cheguei por volta das 13h e consegui degustar três pratos: o Baião de Dois da chef Lilian Droghetti, o tortei de manjericão com muçarela de búfala da Helena Lovadini e o bolinho de paella com maionese de açafrão do Roger Bressan (maravilhoso, quase encarei outra fila para o bis).

Queria ter provado também a mousse e cheesecake com calda de mirtilos da Karen Bressan, mas às 13h45, mais ou menos, o prato já estava fora do cardápio. O mesmo aconteceu com a salada de bacalhau de Sanny Braga e o hambúrguer de 150 gramas de Giacomo Inforzato. A procura pelos pratos foi tão grande que os chefs ficaram surpresos com a demanda (como noticiado pela Camila Ancona no G1).

Confesso que a minha reação também foi de espanto ao chegar na área reservada ao evento, próxima ao Casarão do Turismo. Num primeiro momento, até pensei em desistir ao ver as filas um tanto longas. Mas persisti. A fome era maior. Procurar outro local iria demorar da mesma forma. Filas? OK! Na minha avaliação elas são indicativos positivos. Assim, os organizadores se preparam para a segunda edição, com potencial para ser realizada num espaço maior, onde as pessoas podem circular com mais tranquilidade e ficar menos amontoadas.

Sei que tem gente que saiu incomodado por não ter provado os pratos. Uma outra turma perdeu a paciência. Mas, convenhamos: este é o clima de uma feira gastronômica na rua. Você pega seu prato, se improvisa num canto, come enquanto encara a fila para outra comidinha ou até senta no chão quando bem entender. Sem muita frescura.

A questão dos preços acessíveis para menus da alta gastronomia também deve ser destacada. Só para servir de exemplo, a tapioca de carne seca com mandioquinha, que é vendida a R$ 17 no Bem Bahia, estava a R$ 10 no 1º Comida na Rua.

Deixo os meus parabéns a Patrícia Guimarães, da revista e blog Senhora Mesa, que levou a ideia para a Setur (Secretaria Municipal de Turismo). A colega estava toda sorridente, comemorando o sucesso do evento e colocando a mão na massa (ou melhor, na lata, já que ficou na barraca de refrigerantes, ajudando na organização).

Este é um modelo de sucesso que leva multidões às ruas das capitais – como São Paulo e Porto Alegre – e que tem tudo para funcionar em Piracicaba. Gostei do que vi e do que provei. Além de aprovar a 1ª Feira Gastronômica de Rua de Piracicaba, já espero a segunda edição.

OBS: não fotografei os pratos, por acaso o detalhe passou despercebido. Então roubei esta foto do Instagram do Senhora Mesa.

Um comentário em “1º Comida na Rua: provei e aprovei!

  1. Patrícia
    20 de agosto de 2014

    Querido, obrigada pelo carinho com a gente! Que bom que gostou! No próximo faremos maior e mais confortável! Fico feliz que gostou dos pratos! Uma avaliação profissional como a sua só enriquece nosso trabalho! Beijo grande! Pati

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

#PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar! Eu pagando de tímido e sendo flagrado no Leblon Janelas do Tempo, exposição aberta hoje na Acipi, promovida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba, para comemorar os 250 anos da cidade. #piracicaba250anos Como é bom ser criança! Lorenzo empolgado com a coleção de minions! Aquecendo com a #MinhaOSP A Arte em Bronze, exposição que será aberta nesta sexta-feira, 7, na Pinacoteca Miguel Dutra, às 20h, reúne obras de 34 artistas do Brasil e do exterior. Visitas até 29/7, de segunda a sexta, das 8h às 17h. Entrada gratuita. #Piracicaba250anos
%d blogueiros gostam disto: