Dando Nota

Rodrigo Alves

35 motivos para lembrar da Copa no Brasil

david-luiz

Publicado no Jornal de Piracicaba em 11 de julho de 2014
Caderno Cultura – Página 2

Apesar do clima de pessimismo com a derrota da Seleção Brasileira no jogo contra a Alemanha, a Copa do Mundo ainda segue até o domingo, 13. Nesses dias em que o país sediou o Mundial da Fifa, fiz a minha lista de 35 motivos que ainda fazem o Brasil campeão. Entre fatos bons e ruins, sediamos a Copa das Copas e, parafraseando Geraldo Vandré, este texto é um “Pra Dizer que Não Falei de Futebol.”

1#Emoção: ver o Hino Nacional Brasileiro cantado até o fim pela torcida nos jogos da Seleção.

2#União: os jogadores da Seleção Brasileira entrando em campo com o braço apoiado no ombro direito dos colegas.

3#FanatismoSaudável: os colecionadores de figurinhas, que lotaram as bancas de revistas.

4#Cafona: a figurinista belga Daphne Cornez, que deixou a abertura com aspecto de desfile de ensino médio e fantasias ao estilo papel crepom.

5#GalinhaPintadinha: a Claudia Leitte e seu figurino de R$ 2,7 milhões na abertura.

6#FaltaDoQueFazer: A vaia à presidente Dilma, dirigida pela plateia VIP, com ingressos a R$ 990 e cortesias para artistas.

7#MandouBem: o artigo da Dilma lembrando que “Copa é Copa” e “política é política”. E que o futebol está acima de ambos. Faz parte da identidade do país!

8#Descaso: a falta de atenção da Fifa e dos canais de televisão para o chute do paraplégico Juliano Pinto, ao utilizar um exoesqueleto.

9#Ego: a imprensa gringa tecendo elogios aos encantos do país e à calorosa receptividade do povo brasileiro.

10#Descontração1: o ambiente de trabalho com os colegas vestindo verde e amarelo nos dias de jogos do Brasil.

11#Descontração2: Chegar ao trabalho no dia seguinte aos jogos da Seleção Brasileira e participar das conversas sobre os resultados dos jogos.

12#Folga: os quatro “feriados extras” nos meses de junho e julho.

13#Festa: sair mais cedo do trabalho para as reuniões regadas a cerveja e churrasco em casas, botecos e chácaras.

14#VaiBrasil: o Twitter e o Facebook bombando nas partidas brasileiras.

15#ÉNóis: a Copa foi o evento mais comentado do mundo em número de fotos, posts, likes e compartilhamentos nas redes sociais.

16#VergonhaAlheia: ver o time Não Vai Ter Copa perder o bom senso nas redes sociais.

17#Lotéricas: A teoria da conspiração de que o Brasil comprou a Copa e a divertida resposta de que a Dilma esqueceu de pagar o carnê.

18#MulherNoFutebol: a Maitê Proença falando no programa Extra-Ordinários, ao lado de Xico Sá, Paulo Miklos, Claudio Manoel e Peninha.

19#Pum: o vídeo com a suposta flatulência de um torcedor e a reação de Bruna Marquezine ao fundo.

20#Carisma1: o zagueiro David Luiz com o garoto Daniel Jr., que invadiu o campo no treino da seleção brasileira em Fortaleza.

21#Carisma2: a selfie postada no Instagram por David Luiz com o garoto Daniel Jr. e a hashtag “eu que sou seu fã”.

22#Coleguismo: o gesto de David Luiz com o colombiano James Rodriguez, aos prantos, diante da derrota da Colômbia.

23#SemEducação: a suposta ignorada de Messi, antes da partida com a Bósnia, quando uma criança tenha cumprimentá-lo no vestiário.

24#Adoração: a bunda do Hulk: comentada e elogiada na internet.

25#Funcionou: Não teve caos aéreo, engarrafamentos, arrastões ou brigas nas cidades-sede da Copa.

26#Exibido: Neymar e a sunga da marca Blue Man, após o jogo entre Brasil e Camarões.

27#Merecida: a ignorada ao documentário do jornalista dinamarquês, que teria denunciado o extermínio de crianças de rua em Fortaleza.

28#Preconceituoso: o comercial da Skol, mandando os argentinos para “os ares”.

29#Meigo: o comercial da Sadia, com as crianças dizendo “Joga pra mim” para a Seleção Brasileira.

30#Barrigada: a entrevista do “experiente” repórter Mário Sérgio Conti com o falso Felipão, ator do Zorra Total.

31#Superação: a reportagem do Bom Dia Brasil sobre o garoto deficiente Getúlio Felipe, que acompanhou o goleiro Neuer, da Alemanha, ao gramado.

32#AchoDigno: a Fifa reconhecendo seus erros na organização do Mundial (e se esquivando de muitas outras falhas).

33#MostrouServiço: a Polícia Civil do Rio, que prendeu Ray Whelan (um dos sócios da Fifa) e outras 12 pessoas por venda ilegal de ingressos.

34 – #Apática: a torcida brasileira nos estádios, que calou na hora que precisava gritar e não cumpriu o seu papel quando a Seleção mais precisava de incentivo.

35 – #VireiFã: o David Luiz e seu pedido de desculpas após a derrota pela Alemanha. “Eu só queria dar alegria pro meu povo.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

Lorenzo, 22 meses! #padrinhobabão Job da noite: Rádio Câmara Web Lorenzo fazendo arte, ensinado pelo padrinho! No filter #piracicaba250anos #piracicaba250anos #PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar!
%d blogueiros gostam disto: