Dando Nota

Rodrigo Alves

Caça aos xing-lings

celular pirata

Publicado no Jornal de Piracicaba em 16 de maio de 2014
Caderno Cultura, página 2

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) anunciou a caça aos celulares xing-lings. No segundo semestre deste ano, irão para o espaço os produtos suspeitos, made in China ou Paraguai, que recebem denominações tão estranhas quanto seus desempenhos: HiPhone Mini, jPhone, xPhone, ioPhone e outros títulos a perder de vista. Seria uma medida louvável no combate à pirataria, se houvesse políticas públicas para assegurar aparelhos com preços compatíveis com a realidade do consumidor brasileiro.

Em março, o jornal francês Le Monde apontou que o Brasil é o país em que o iPhone custa mais caro no mundo. Por aqui, a versão pré-paga do modelo 5S de 64 gigas é vendida por até R$ 3.600, mas no mercado americano é possível adquirir o modelo por 849 dólares ou aproximadamente R$ 1.900. Vinculado a um plano mensal, o produto sairia, nos Estados Unidos, por 399 dólares ou R$ 900, enquanto no Brasil o custo final é de R$ 1.999 na versão de 32 gigas para o plano de 400 minutos comercializado pela Claro. Altos valores também são praticados para os modelos top de linha da Samsung, caso do Galaxy Note 3 e Galaxy S5 (ambos por R$ 2.600) e do LG G Flex (R$ 1.900).

O principal argumento para a caça aos xing-lings — que se aplica também aos tablets — é minimizar os prejuízos aos cofres públicos. É que o governo deixou de arrecadar, somente em 2013, o equivalente a 6 bilhões de dólares, segundo a organização internacional Mobile Manufacturers Forum. A estimativa é que os consumidores compraram cerca de 145 milhões de unidades piratas no ano passado. A Anatel vai além e diz que a preocupação é com os riscos para a saúde, pois os celulares sem selo de garantia podem provocar choques e explosões. E, claro, interferir na comunicação entre aeronaves e aeroportos.

Com custo de R$ 10 milhões, a operação denominada Siga (Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos) está na versão “beta” desde março, mas os bloqueios só serão feitos a partir de setembro. Ao que tudo indica, serão “caçados” também os smartphones provenientes do exterior que ainda não foram homologados pela Anatel. O interessante é que o investimento é bancado pelas operadoras Oi, Claro, TIM e Vivo, as mesmas que comercializam os smartphones a preços exorbitantes e que serão beneficiárias diretas da medida proibitiva.

Não quero levantar bandeira em favor dos xing-lings, pelo contrário. Os aparelhos são vendidos em locais que geralmente desrespeitam as leis (movimentando o mercado da pirataria), possuem durabilidade baixa e sequer contam com assistência técnica ou garantia. Quebrou, o destino será o lixo. Mas como um dos dez maiores mercados para smartphones, pagamos um preço caro e indevido para ter acesso a essa tecnologia. Além disso, a medida lesa o bolso de quem fez uma viagem ao exterior, encontrou um aparelho por um preço acessível e quis trazê-lo ao Brasil.

Ainda acredito que o consumidor brasileiro merece melhor tratamento. Não bastasse a cobrança abusiva pelo serviço de conexão móvel — e as frequentes queixas de pouca qualidade — também pagamos por sobretaxas, impostos e direitos de importação para ter um smartphone em mãos. O sistema da Anatel nos mostra que existe tecnologia de ponta disponível, mas ainda falta força de vontade para oferecer algo em troca ao usuário, que é tratado diariamente com pouco caso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

#piracicaba250anos #PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar! Eu pagando de tímido e sendo flagrado no Leblon Janelas do Tempo, exposição aberta hoje na Acipi, promovida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba, para comemorar os 250 anos da cidade. #piracicaba250anos Como é bom ser criança! Lorenzo empolgado com a coleção de minions! Aquecendo com a #MinhaOSP
%d blogueiros gostam disto: