Dando Nota

Rodrigo Alves

Eu aplicativo

celular apps

Publicado no Jornal de Piracicaba em 24 de janeiro de 2014
Caderno Cultura – página 2

Nos primeiros minutos da manhã, descubro pelo smartphone que o uso de aplicativos para a plataforma móvel (os apps mobile) cresceu 115% em 2013, se comparado aos 12 meses do ano anterior. O vasto menu para as plataformas Android, iOS e Windows representou 1,126 trilhões de acessos pelos usuários.

Especialistas em tecnologia estimam que o uso da internet por tablets e smartphones cresça mais que o acesso por computador doméstico. Como a banda larga móvel está mais acessível que a banda fixa, 51% da população mundial estará conectada por meio dessas plataformas, que oferecem hoje mais de 400 mil apps, gratuitos ou pagos.

O que prende a atenção do usuário não são apenas os aplicativos considerados utilitários, para finanças ou negócios. As maiores altas foram com as ferramentas para as redes sociais, como WhatsApp, WeChat, Facebook Messenger e SnapChat. Além dos games, o interesse também é por títulos sobre estilo de vida, preferências esportivas, culturais e de lazer.

Ainda que os mais conservadores e nostálgicos sejam adeptos dos celulares exclusivos para uma ligação telefônica, a popularização dos smartphones e tablets impulsionou a mudança de hábitos. Folhear diariamente as páginas de jornais é algo que saiu da minha rotina desde 2011, quando adquiri o primeiro tablet. Desde então, acompanho as notícias matinais numa tela de retina com o auxílio do Instapaper, Flipboard e PressReader, que filtram as informações de acordo com minhas preferências. Tudo personalizado.

Assim como ocorre com as notícias, a cena se repete ao longo do dia em outros episódios rotineiros simples, como ouvir música. Saem os tradicionais álbuns de MP3, entram as listas disponíveis na nuvem via Shazam, SoundCloud e Deezer. Se estou estressado e pretendo relaxar antes de chegar ao trabalho, aciono o Music Therapy, que “otimiza” o cérebro humano com trilhas pensadas especialmente para enriquecer a imaginação. Promete até tornar mais suave o seu humor diante de uma possível bronca da chefia.

Diante do calor escaldante, a preguiça em tomar água é abandonada com o Water  Reminder, um despertador “agradável” que avisa a hora do próximo gole, totalizando as 10 doses por dia recomendadas por especialistas em saúde.

Para os meses do ano em que o tempo está escasso, o Contador de Calorias substitui a nutricionista. Na corrida, na pedalada ou na caminhada do final da tarde, o iRunner acompanha meus batimentos cardíacos, a velocidade dos passos e as calorias queimadas.

Durante minhas férias em dezembro, os roteiros foram elaborados com a ajuda de inúmeros apps. Consultei os valores das diárias no Hotels.com, fiz as reservas de restaurantes no OpenTable e acompanhei a previsão do tempo pelo AccuWeather. Se havia a dúvida sobre qual lugar visitar, o AroundMe listava bares, cafeterias, cinemas, pubs e teatros.

Os melhores momentos também são registrados pelo celular, mas antes das fotos seguirem para o Facebook ou Instagram passam por filtros especiais com o HDR FX Pro, Halftone, Vintage Câmera e ColorMood. Às vezes você perde mais tempo neles do que fazendo a foto.

Ao dormir, ativo o Sleep Time. Embaixo do travesseiro, ele monitora a qualidade do meu sono. Nas quatro polegadas da tela de retina do smartphone, os apps prendem a atenção, tomam parte considerável da rotina, angariam novos adeptos e, muitas vezes, a espontaneidade de gestos simples do dia a dia se perde entre os comandos robotizados. É chegada a era do “eu aplicativo” e, por que não, a era do “eu refém”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 24 de janeiro de 2014 por em Curiosidades e marcado , , , , , , , , .

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

#piracicaba250anos #PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar! Eu pagando de tímido e sendo flagrado no Leblon Janelas do Tempo, exposição aberta hoje na Acipi, promovida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba, para comemorar os 250 anos da cidade. #piracicaba250anos Como é bom ser criança! Lorenzo empolgado com a coleção de minions! Aquecendo com a #MinhaOSP
%d blogueiros gostam disto: