Dando Nota

Rodrigo Alves

Cinco anos na blogosfera

Mesa-Nail-salon-5-year-anniversary

Há cinco anos, aconselhado por dois amigos num jantar, caí na blogosfera. Os diários virtuais estavam em fase de ascensão e aquele seria o momento oportuno para compartilhar as experiências profissionais. Divulgar a cultura no interior era a minha vontade e, em 20 de setembro de 2008, nascia o Dando Nota.

Aos leitores semanais dos artigos aqui publicados, peço que não encarem como oportunista a utilização do espaço para delegar em causa própria. Gosto de comemorar as datas e, embora pareça pouco, cinco anos é uma longa caminhada nessa irrestrita rede chamada internet.

Por meio do blog, tive que explorar uma linguagem diferente da praticada na redação de jornal. Foi preciso imprimir personalidade nos textos e a cada semana somar determinação e disciplina para, aos poucos, angariar visitantes. Torná-los cativos, um passo ainda maior.

Muito fazedores de cultura na cidade colaboraram com o Dando Nota. Músicos, pintores, dançarinos e atores com suas sugestões, a maioria transformada em notícias e outras, também importantes, não levadas em frente. Sim, porque ainda é preciso desprender-se das horas de lazer para manter um blog no ar. Infelizmente, blogar não coloca o prato de comida na mesa, não garante carteira assinada e não aumenta o volume da carteira no fim do mês.

Com os anos, descobri o quão solitário o ato representa. O exemplo de uma ilha deserta ilustra o ofício. Mesmo sendo exótica e desejada, em alguma hora o prazer de habitá-la transforma-se em tédio. Vem o desânimo, você está sozinho e anseia em deixá-la de lado, mesmo ciente que muitos desejam o paraíso.

Na blogosfera você faz um post, acha que vai bombar, e decepciona-se ao perceber que ninguém comentou, compartilhou, tuitou, curtiu. Vez ou outra, as estatísticas indicam a escassez de visitas, apenas parcos números, atraídos por ocaso pelo motor de buscas do Google. Sente-se, portanto, como uma agulha no palheiro, com raras chances de ser encontrada.

Nas fases mais críticas, até para a autoajuda apelei. Sim, eu confesso! Li vários manuais na internet e seus mirabolantes conselhos. A pior declaração estava no livro Blog – Entenda a Evolução que vai Mudar seu Mundo, do historiador não-oficial do movimento blogueiro, Hugh Hewitt. “Visitas são como dinheiro confederado: engraçado ter, mas não vale nada.”

O que parecia ser pedra no sapato, serviu como empurrão. Desde 2010, leio com frequência que as redes sociais irão engolir os blogs. Prefiro pensar que elas vieram para somar. Se antes recorria às tradicionais newsletters por e-mail na divulgação de posts, hoje as notificações chegam de forma ágil pelo Facebook e Twitter.

Culpar isso ou aquilo é fácil, mas há uma palavra que move a internet e que serve como máxima ao ser humano: renovação. É por isso que, de tempos em tempos, um blog precisa de novo visual, de posts interessantes e dinâmicos e, por fim, frequência de conteúdo, do contrário distancia-se dos leitores.

É por estas e outras que completo cinco anos na blogosfera. Ainda mantenho a ideia que motivou a criação do Dando Nota: pinçar opções atrativas em cultura – minha “militância” desde o início da vida acadêmica – e agregar a elas a contribuição dos artistas e a experiência na área.

Quando comemorei um ano de blog, evoquei Clarice Lispector num post, para definir o que a ocasião representava. Até hoje as frases do livro A Descoberta do Mundo são as mesmas que ditam o caminhar no meu querido diário virtual: “escrever é uma maldição… mas é uma maldição que salva!”

Publicado no Jornal de Piracicaba em 27 de setembro de 2013

3 comentários em “Cinco anos na blogosfera

  1. fi80s
    12 de outubro de 2013

    Herzlichen Glückwunsch, mein Lieber!
    Parabéns por mais um ano de blog! Siiiim, o visual ficou muito legal, gostei muito tb!!!!

    pois eh, a tal blogosfera, a tal vida social… ela existe? sera mesmo? tenho me perguntado frequentemente isso, ate chegar a conclusao, em abril, de que NAO, NAO existe, ou talvez nao no sentido romantico que a gente imagina. De que aproxima as pessoas, de que as pessoas se conhecem melhor,… em abril desativei o meu face… e continuo, pacientemente e com esforco, mantendo-o fechado.

    eu por mim acho que as redes sociais, como veiculos de “aproximacao” das pessoas, sao uma ilusao, uma alienacao, mas sei lah, posso ser soh eu que esteja meio chateado e nostalgico com um tempo em que as pessoas nao saiam pra jantar e ficavam 80% do tempo com as fuças enviadas na tela do smartphone

    (detalhinho interessante: semana passada fui com amigos num restaurante e na fila de espera de mesas havia 5 casais de namorados, ou seja, 10 pessoas. desses, 8 estavam brincando com o seu whateverphone, sem se conversarem entre si. triste. tenso. tipo, vai sociedade, enfia sua cara numa torta porque agora vc ta se superando!)

    bom, depois de ter saido de face e instagram, quando perguntado como me mantenho conectado, respondo que adquiri um aplicativo novo superselecionado e moderno: chama-se VIDA REAL.

    bom, lendo seu texto, fiz algo que tinha deixado pra tras ha um ano: busquei meu diario no armario e o coloquei do lado da cama. a ultima notacao foi de maio de 2011 kkkk. hoje vou “postar” alguma coisa nova, vou voltar a escrever! mas depois de voltar da balada, para a qual vou sozinho, porque nao recebi convite de nenhum dos meus ex-500 “amigos” virtuais… em outros tempos eu estaria #xatiadu, hoje, i just dont care!

    bjinhos e parabens de novooooo!!!

    [sempre gosto dos seus posts que falam de internet e da vida virtual]

    Curtir

  2. Rodrigo Alves
    30 de setembro de 2013

    Valeu, caro Fábio. Ufa, alguém notou o novo visual… kkk. Brincadeirinha. Na verdade ele não está totalmente pronto, estou buscando mais adaptações. E o domínio: resolvi colocar a mão no bolso!

    Curtir

  3. Fábio Mendes
    29 de setembro de 2013

    E repito o mantra, “vida longa ao Dando Nota”. O novo visual está lindo. E com domínio próprio. Parabéns.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 27 de setembro de 2013 por em Curiosidades e marcado , , , , , .

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

#piracicaba250anos #PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar! Eu pagando de tímido e sendo flagrado no Leblon Janelas do Tempo, exposição aberta hoje na Acipi, promovida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba, para comemorar os 250 anos da cidade. #piracicaba250anos Como é bom ser criança! Lorenzo empolgado com a coleção de minions! Aquecendo com a #MinhaOSP
%d blogueiros gostam disto: