Dando Nota

Rodrigo Alves

O que você está fazendo?

Arte: Erasmo Spadotto

Arte: Erasmo Spadotto

Publicado no Jornal de Piracicaba em 9 de agosto de 2013

Curtir, compartilhar, comentar… Ações instintivas, praticadas várias vezes ao dia e tão importantes quanto o ser e o estar. No que você está pensando? Pergunta provocante, convite à exposição. Conectados, expressamos nossas frustrações, emoções, conquistas, comilanças, andanças… Se ainda é grande a necessidade de manifestar as ações cotidianas, o Facebook nos socorre com novas ferramentas, lançadas de tempo em tempo. Agora, somos convidados a responder O que você está fazendo?

A novidade da vez está presente na timeline por meio de ícones e carinhas, que demostram o sentimento ou ação do usuário no momento em que a mensagem de status é escrita. Assim, se está em frente a TV, um ícone representa o aparelho de televisão, se está feliz, surge o tradicional smile, além de outras opções prontas para comunicar os amigos quando lemos um livro, jogamos xadrez ou ouvimos alguma música.

Disponível desde o início do ano, a ferramenta chegou primeiro aos nativos do Facebook (os americanos) e recentemente foi liberada aos demais países. Nos últimos dias, caiu no gosto da freguesia tupiniquim. Popularizados nos primórdios da internet, nos tempos em que Messenger era o suprassumo da tecnologia, representam a repaginação do velhos emotions e com indícios de vida longa no meio virtual.

Nos conceitos de Mark Zuckerberg, trata-se apenas de mais uma brincadeira para deixar a rede mais atrativa (e sabemos que o consumidor, exigente, clama por adequações). “Um pequeno teste às pessoas interessadas em compartilhar suas ações de forma mais visual”, diz a nota da empresa.

Num primeiro momento, o recurso pode soar bonitinho, fofinho, meiguinho, legalzinho. É muito provável que até estimule os mais tímidos e preguiçosos a se expressar com maior frequência. Mas, se somarmos a outras funcionalidades disponíveis no Facebook, veremos que é mais uma para fazer a lambança aos nossos olhos. E nos farão clamar, talvez num futuro próximo, pela regulamentação de uma Lei Cidade Limpa nas redes sociais.

A minha interpretação da ferramenta é pessimista porque diariamente faço um grande esforço para peneirar posts interessantes, que saiam do “mais do mesmo” de hashtags e de ilustrações amadoras postadas de forma exaustiva. Isso sem deixar de lado as pílulas de autoajuda, os versinhos meigos, os textos em caixa alta e as propagandas. É muita poluição num só ambiente!

Outro aspecto que deve ser levado em conta é que o Facebook é uma empresa travestida de rede social. Ao seguir a cartilha do corporativismo para permanecer viva no mercado, lança novas plataformas para aumentar o seu capital, não objetivando, numa escala final, o bem-estar dos usuários.

A criação das opções pré-formatadas para expressar o que você está fazendo também responde a outra exigência mercadológica, a de aumentar a quantidade de likes das páginas comerciais, que pagam ao Facebook para ter espaço assegurado na rede social.

Indo mais longe, há ainda a possibilidade de uso do status no cruzamento de dados dos motores de busca do Facebook. Isso possibilitaria que estilos de vida fossem usados para identificar hábitos de consumo. Assim, ao anunciar que estou ouvindo Madonna, por exemplo, maiores são as chances de receber um alerta em meu perfil sobre o lançamento de seu próximo álbum ou de alguma turnê da cantora. Este é o ponto-chave da ferramenta, que representa uma grande ajuda para as empresas e suas atividades patrocinadas.

Gosto de usar a máxima “Aprecie com moderação”, presente nos comerciais de cerveja, como exemplo para as redes sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

#piracicaba250anos #PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar! Eu pagando de tímido e sendo flagrado no Leblon Janelas do Tempo, exposição aberta hoje na Acipi, promovida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba, para comemorar os 250 anos da cidade. #piracicaba250anos Como é bom ser criança! Lorenzo empolgado com a coleção de minions! Aquecendo com a #MinhaOSP
%d blogueiros gostam disto: