Dando Nota

Rodrigo Alves

A sempre naïf Carmela Pereira

 

Carmela Pereira talvez tenha sido uma das primeiras artistas que tive contato em Piracicaba, por isso entrevistá-la novamente era uma vontade muito grande. Quando caí de “para-quedas” na cidade, fui visitar o Engenho Central num dos primeiros fins de semana que passei por aqui. E em meio aos armazéns com exposição de artesanatos, encontrei a artista com seus livros e guardanapos.

Tempos depois, já em A Tribuna Piracicabana como repórter de Cultura, entrevistei Carmela quando o Sesc realizava a sua famosa Bienal Naïf, e fiquei fascinado com suas telas “ingênuas”. E assim foi também no Jornal de Piracicaba. Mas nunca havia parado para uma entrevista exclusiva, longa, que pudesse conhecer o verdadeiro universo da sempre naïf, da sempre ingênua Carmela.

Esta oportunidade demorou para aparecer, mas aconteceu por meio do programa Fronteiras da Arte. Não é apenas a sua humildade que me cativa, mas sua forma de ver o mundo, de encarar a arte, de ter o pé no chão e a consciência de que infelizmente não pode ser este o seu único ganha pão.

Seu passado é triste, mas não há tempo para lamentar, é preciso, antes de tudo, sobreviver. E o desejo de Carmela ainda é o reconhecimento, a sobrevivência pela arte. Sonho de artista que ela parece viver sozinha, em meio a belas e valiosas telas amontoadas em sua pequena casa/ateliê. Sonho de um dia até virar nome de rua.

Nesta entrevista que teve início hoje pela TV Unimep – e ganha reprises ao longo da próxima semana – você verá uma Carmela emocionada, feliz e pulsante, mas ao mesmo tempo triste por saber que ainda existe o preconceito contra os negros e os pobres.

Carmela sonhadora, Carmela artista, Carmela negra, Carmela escultora, Carmela compositora e, para esta edição do Fronteiras, ela até foi Carmela cantora.

Um comentário em “A sempre naïf Carmela Pereira

  1. Ana Marly de Oliveira Jacobino
    12 de novembro de 2011

    E viva a Carmela sonhadora que faz poesia com pincel e tinta. Saravá! Parabéns, Carmela. Parabéns, Rodrigo! Abraços Poéticos desta CaipiracicabANA Marly de OLiveira Jacobino

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 3 de novembro de 2011 por em Fronteiras da Arte e marcado , , , , , .

Tradutor

Receba notificações de posts por e-mail.

Follow Dando Nota on WordPress.com

Instagram

Lorenzo, 22 meses! #padrinhobabão Job da noite: Rádio Câmara Web Lorenzo fazendo arte, ensinado pelo padrinho! No filter #piracicaba250anos #piracicaba250anos #PiraParade #Piracicaba250anos Festa na roça #piracicaba250anos Jornalista sendo jornalista até no bar!
%d blogueiros gostam disto: